quinta-feira, 12 de abril de 2012

Teus anéis


Quando eu era bem pequena, adorava perguntar:
Vó! Quando morrer, teus anéis você  me dá?
Minha vó então me olhava e sorrindo ela dizia:
Claro minha querida, são só teus minha guria!

Eram todos tão bonitos e eu ficava cobiçando,
Seus batons e os esmaltes, também eram um encanto.

Quando eu era bem pequena eu era boba e não sabia,
Que se um dia ela se fosse sua falta eu sentiria.
As crianças inocentes não entendem bem a morte.
Não me importo mais com anéis, pois à tenho e tenho Sorte.


Escrito pela autora do Blog


4 comentários:

  1. Crianças sempre diz o que pensa não se importando com as conseqüências!
    *********************************************
    Oi, tudo bem?
    adorei seu blog com pensamentos e informações interessantes.
    ************************************
    venha juntar-se ao meu grupo de amigos sua presença sera muito importante!
    FORTE ABRAÇOS!

    ResponderExcluir
  2. Tudo bem Osmar. Obrigada pelo comentário!

    ResponderExcluir
  3. Andressa, não conhecia este teu lado poetiza! Gostei muito, traduzem uma verdade da qual não podemos fugir... Abraço

    ResponderExcluir
  4. Obrigada Dani! Tenho 1001 lados, gosto de poesia, é uma forma de expor o que eu sinto.

    ResponderExcluir

Olá! Se gostou do que leu, deixe seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...