quinta-feira, 22 de março de 2012

Só o tempo


Talvez um dia,
quando os ventos soprarem
e as coisas passarem,
eu deseje voltar.

Quem sabe um dia,
quando o amanhã for agora
 e o ódio vá embora,
 eu queira me lembrar.

A  dor do agora,
é latente,  inquieta,
como uma ferida aberta.
Não me deixa pensar.

Mas espera o dia ,
onde tudo se acalma,
onde a dor da minha alma
seja tomada,
pela vontade do teu retornar.

Escrito pela autora do Blog

Um comentário:

  1. Parece a fala de alguem que foi magoado e que só o tempo será necessário pra faze-lo esquecer e perdoar.
    Me vi nisto!

    Liana Guerra.

    ResponderExcluir

Olá! Se gostou do que leu, deixe seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...