sexta-feira, 16 de março de 2012

Expressões que você usa que nem sabia que tinham sentido

“Bêbado como um gambá”
Essa expressão é usada quando alguém bebe até cair… O que muita gente não sabe, é que os gambás podem ser facilmente atraídos pela cachaça (pinga ou aguardente). Essa bebida foi muito usada para capturar o animal. Era colocado um pouco de cachaça num pote, o bicho é atraído pelo cheiro, bebe tudo e, em seguida cai embriagado.
“É agora que a porca torce o rabo”
Essa expressão usada para designar uma situação de extrema dificuldade, geralmente um momento de tomar uma decisão importante. Mas o que o porquinho tem a ver com isso? Bem, há tempos, era costume criar porcos em casa ou no ambiente rural em espaços que eram chamados de chiqueiros, uma maneira prática de dominar o animal era agarrá-lo pela cauda. O porco então, torcia o traseiro de um lado para o outro na tentativa de se safar.
“Boca-de-siri”
Essa expressão é usada para pedir discrição sobre um determinado assunto. Mas por que siri? Bem, a expressão deve-se à anatomia das peças bucais do pequeno crustáceo. A boca dos siris é tão minúscula que, dificilmente, pode ser identificada a olho nu. Ao prender uma presa com a boca, que possui estruturas parecidas com garras, o siri não solta nem mesmo depois de morto. Como fechar a boca significa ficar calado, a expressão passou a ter o mesmo resultado.
“Olha o passarinho”
Muito usada quando se vai tirar uma foto, essa expressão tem uma explicação: quando a máquina fotográfica foi inventada, no fim do século XIX, o espaço de tempo para fixar a imagem era muito mais demorado do que hoje. Na época, as pessoas tinham que ficar vários minutos olhando fixamente, sem se mexer, para a lente do fotógrafo. Para reter por mais tempo a atenção das pessoas, especialmente das crianças, os fotógrafos costumavam colocar uma gaiola com um passarinho em local acima da máquina e dizer a famosa frase.
“Lágrimas de crocodilo”
Essa expressão é ótima, faz referência a alguém que chora, indicando que o choro é fingido. Mas os crocodilos choram, mesmo? De certa forma sim, a origem desta expressão é biológica. Mas não tem a ver com fingimento e nem tão pouco é um choro verdadeiro. Quando o crocodilo está digerindo um animal, a passagem deste pode pressionar com força o céu da boca do réptil, o que comprime suas glândulas lacrimais. Assim, enquanto ele devora a vítima, caem lágrimas de seus olhos. São lágrimas naturais, mas obviamente não significam que o animal se emocione ou sinta pena da sua presa. Por isso quando uma pessoa chora sem sentimento essa expressão cai como uma luva!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Se gostou do que leu, deixe seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...